segunda-feira, 27 de abril de 2009

Cidade no Cinema | Ponta Delgada



domingo, 19 de abril de 2009

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios | Evento Ecoteca de Angra do Heroísmo

A Ecoteca de Angra do Heroísmo realiza, no próximo dia 18 de Abril, um percurso de interpretação da Ribeira dos Moinhos, com início na Ponta do Muro (São João de Deus) e término na Serra d`Água (Estrada Pêro de Barcelos). Contando com a colaboração do Dr. Maduro Dias do Instituto Histórico da Ilha Terceira, da Associação Os Montanheiros e da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, esta iniciativa visa assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios. Deverão os interessados inscrever-se previamente contactando a organização através do telefone 295403800 ou do mail ecoteca.angraheroismo@azores.gov.pt.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Património Mundial Unesco | novos locais

Não poderia deixar de publicar este Post dando conhecimento da existência de um site acerca dos novos locais eleitos para Património Mundial pela Unesco. Deixo aqui apenas algumas imagens que lá constam mas vale a pena uma visita em http://static.publico.clix.pt/docs/cultura/patrimoniomundialunesco/index.html.

Fujian Tulou | China

San Miguel e Santuário de Jesús de Nazareno da Atotonilco | México

Mosteiros Arménios | Irão

Fortificações de Vaubau | França

Fujian Tulou | China

sexta-feira, 10 de abril de 2009

observar





quarta-feira, 8 de abril de 2009

objectiva | arquitectura


Mercado Municipal de Angra do Heroísmo

domingo, 5 de abril de 2009

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Construção Civil | arquitectura

Mais uma vez aqui publico elementos recebidos via email.
Estes vídeos são excelentes pois demonstram como fazer quando não existem os meios ideais para a boa prática da construção!
video
video

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Literatura | Arquitectura

"(...)Era uma vez uma quinta toda cercada de muros.
Tinha arvoredos maravilhosos e antigos, lagos, fontes, jardins, pomares, bosques, campose um grande parque seguido por um pinhal que avançava quase até ao mar.
A quinta ficava nos arredores de uma cidade. O seu pesado portão era de ferro forjado pintado de verde. Quem entrava via logo uma grande casa rodeada por tílias altíssimas cujas folhas, dum lado verdes e do outro lado quase brancas, palpitavam na brisa.
(...) Naquela casa tudo era enorme: as portas, as janelas, a cozinha, a copa, os quartos, as salas, as escadas, os corredores.
Mas a maior devisão da casa era o grande átrio onde no Natal se armava o pinheiro. À roda desse átrio ficavam as salas: a sala de jantar com a sua mesa interminável: a sala de estar onde se tomava o chá nas tardes de Inverno: a sala do piano onde Isabel experimentava um por um o som misterioso das teclas brancas e pretas: a biblioteca com as estantes cheias de livros de capas duras com sombrios desenhos doirados e com uma grande mesa onde estava pousado o globo do mundo: a sala vermelha para onde entravam as visitas: a sala dos jogos onde Isabel fazia castelos de cartas sobre a mesa de pano verde, ou construía com as pedras de mah-jong e do dominó maravilhosas cidades habitadas só pelos cavalos do jogo de xadrez: a sala de bilhar (...). Mas a sala mais misteriosa era a sala de baile. A casa era tão grande que quase ninguém lá ia. (...) Às vezes, nas tardes de chuva, Isabel ia explorar a sala do baile. Entreabria com custo uma das portadas e um fio de luz iluminava a penumbra. Então surgiam os móveis cobertos de panos brancos, as pesadas cortinas de damasco vermelho, os grandes espelhos líquidos como um lago, as estátuas de mármore, brancas, imóveis e mudas, e o grande tapete azul cheio de rosas encarnadas.(...)
Do outro lado da casa ficavam a cozinha, a copa e a rouparia.(...)"

In A Floresta, de Sophia de Mello Breyner Andresen

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Prémio Sécil 2008 | Arqt. Nuno Brandão Costa


"O Prémio Secil de Arquitectura 2008 foi atribuído pelo Júri ao
Edifício Administrativo e Show-Room “Móveis Viriato”, em Rebordosa (Paredes), da autoria do Arquitecto Nuno Brandão Costa. O galardão generalizadamente reconhecido como o Prémio de referência da Arquitectura portuguesa distingue, de dois em dois anos, a mais significativa solução de arquitectura aplicada no biénio a que respeita."

"Com esta escolha o Júri pretende fazer sobressair dois aspectos importantes para a prática profissional contemporânea: a disciplinar, cumprida pelo rigor construtivo e de desenho da obra em causa; a social e pública, por abordar um programa comercial nem sempre entregue a arquitectos. O Júri gostaria ainda de salientar o facto de, inserindo-se numa paisagem industrial e menos qualificada, o edifício premiado demonstrar a capacidade da arquitectura transformar a envolvente, um dos seus princípios fundadores."

Ficha Técnica

Cliente: “Móveis Viriato”
Localização: Rebordosa, Paredes
Arquitectura: Nuno Brandão Costa
Colaboração: Marta Reis, Inês Pimentel
Data do projecto de arquitectura: 07.2005 – 06.2006.
Fundações e estruturas: Engª Marta Gameiro (Gesbau, engenharia & gestão, lda + Gravidade, engenheiros, lda)
Equipamentos e instalações hidráulicas: Engº Vitor Serpa (Gesbau)
Equipamentos e instalações mecânicas: Engº Raul Bessa (GET)
Equipamentos e instalações eléctricas, segurança e informática: Engª Maria da Luz (RS, associados)
Design de lettering: Miguel Palmeiro
Construtor: S Pintos, Engenharia e Construção, S.A.
Data da construção: 2007
Fotografia: Arménio Teixeira

In http://www.secil.pt/default.asp?pag=prem_arq_2008






Apanhados...

Recebi estas imagens via email e achei que seria curioso publica-las aqui, mas não comentarei...














Formação em fotografia | Angra do Heroísmo